Stop Malaria

projeto stop malaria, missão são lucas, MSL, Malária

A Malária é uma doença transmitida pela picada de um mosquito e que contamina o sangue da vítima com um plasmódio. E esta doença atinge as populações de todo o globo terrestre em sua faixa tropical, principalmente em países mais pobres, sendo uma das principais causa de mortalidade no mundo. A Missão São Lucas, entendendo a grande necessidade existente no combate a esta doença, resolveu agir, criando então o projeto Stop Malária.

O que é a Malária

A malária, também conhecida como paludismo, é uma doença transmitida através da picada do mosquito do gênero Anopheles. As Fêmeas se alimentam de sangue. E uma vez que tenha picado alguém contaminado, ele carrega consigo o parasita, contaminando assim aqueles a quem picar. Normalmente as picadas ocorrem no final da tarde e à noite.

O parasita é o Plasmódio. E existem 4 tipos: Plasmodium falciparum, que é o causador da forma mais grave da doença, Plasmodium vivax, Plasmodium malariae e Plasmodium ovale. Já estes três últimos, normalmente não levam à morte.

Os sintomas da malária são: calafrios fortes e temperatura alta, acompanhados de dor de cabeça, náusea e sudorese profunda. Estes sintomas se repetem em ciclos todos os dias, em dias alternados ou a cada três dias e podem durar de uma semana a um mês ou mais. As recaídas podem acontecer a intervalos regulares, podendo persistir por até 50 anos.

Projeto Stop Malaria

Entendendo o grande desafio global que é esta doença, e a sua importância, já que está entre as principais causas de mortalidade no mundo, A Missão São Lucas decidiu agir. Não temos a ilusão que sozinhos poderemos resolver tudo. Mas sabemos que não podemos ficar parados e não fazer nada! Sendo assim, iniciamos o projeto Stop Malária, que tem por objetivo realizar ações e apoiar ações que promovam:

O diagnóstico precoce da doença. O que aumenta os níveis de cura e diminui os índices de mortalidade.

O tratamento adequado da malária. Pois quando o tratamento não é feito de forma correta, os índices de recorrência da malária persistem, além do quê, os medicamentos utilizados em doses incorretas podem apresentar efeitos colaterais importantes. Principalmente em crianças.

A prevenção da malária, através de ações de educação populacional e da promoção do uso de telas e repelentes.

x

Doações

Ajude a alimentar a esperança. Uma campanha da MSL para a doação de Cestas básicas durante a Pandemia.

R$